Esparguete do mar e insectos crocantes

Noite Europeia dos Investigadores 2013/Researchers’ Night 2013

A Noite Europeia dos Investigadores é divertida, interativa e só por uma noite – na 4.ª sexta feira de Setembro! Este ano os eventos científicos terão lugar em cerca de 300 cidades de 35 países da Europa. Em Portugal, algas e insetos serão a ementa de “A Cozinha é um Laboratório” no Pavilhão do Conhecimento. Encontre outros eventos perto de si!

Esparguete do mar e insectos crocantes Sea lettuce and crunchy bugs

Researchers’ Night is fun, interactive and for one night only – on the fourth Friday of September! This year, these science events are happening in about 300 cities located in 35 European countries. In Portugal, seaweed and bugs will be the menu of “Kictchen is a Lab” in Pavilhão do ConhecimentoFind others events near you!

Crepe de Erva-patinha com camarão/Atlantic nori crêpe with prawns

INGREDIENTES INGREDIENTS

6 camarões médios, cozidos e cortados medium sized cooked prawns, shelled and cubed

3 ovos eggs

3 colheres de sopa de farinha tablespoons of white flour

5g de erva-patinha em flocos of atlantic nori in flakes

80ml de água of water

25g de manteiga of butter

sal e flor de sal com erva-patinha salt and flower of salt with atlantic nori

PREPARAÇÃO PREPARATION

Mexa os ovos com o sal e junte a farinha, a erva-patinha e a água. Bata até ficar líquido e homogéneo. Stir the eggs with salt and add flour, atlantic nori and water. Beat well until it is liquid.

Coloque a manteiga numa frigideira e adicione uma porção da mistura. Cozinhe durante 1 minuto e adicione alguns camarões. Add butter to the pan and a portion of the egg mixture. Cook for about 1 minute and put some prawns on top.

Volte os bordos do crepe sobre os camarões e vire até estar cozinhado. Sirva quente, acompanhado de uma salada temperada com a nossa flor de sal. Roll the crepe edges ovem the prawns and flip them until the centre is fully cooked. Serve hot, garnish with green salad seasoned with our flower of salt.

Receita e imagem retiradas de “Prannie Rhatigan´s Irish Seaweed Kitchen”  Recipe and photo taken from “Prannie Rhatigan´s Irish Seaweed Kitchen”

Omelete com alface-do-mar/Omelette with sea lettuce

INGREDIENTES INGREDIENTS

2 ovos eggs

1 colher de sopa de leite tablespoon of milk

1 mão cheia de alface-do-mar hidratada ou uma colher de sopa seca handful of sea lettuce hydrated or 1 tablespoon of dried sea lettuce

1 mão de folhas de espinafres handful of spinach leaves

25g de queijo ralado grated cheese

cebolinho a gosto chives to taste

sal com alface-do-mar q.b. salt with sea lettuce

óleo ou azeite oil or olive oil

PREPARAÇÃO PREPARATION

Bata os ovos inteiros com um pouco de sal com alface-do-mar e adicione o leite. Acrescente a alface-do-mar picada ou seca, os espinafres, o queijo ralado e o cebolinho picado, aos ovos batidos. Beat the eggs with a bit of salt with sea lettuce and add the milk. Add the sea lettuce, spinach, grated cheese and chopped chives, to the beaten eggs.

Aqueça bem o óleo ou o azeite numa frigideira e junte a mistura. Com a ajuda de um garfo vá libertando os lados, de modo a que o ovo cru de cima passe para baixo. Cozinhe durante 2 a 3 minutes ou até a omelete começar a levantar e a ficar dourada. Sirva quente. Heat the oil in the pan over moderate heat and add the mixture. With a fork releases the sides, so that the raw egg passes down. Cook for 2-3 minutes, or until the omelette starts to rise and turn gold. Serve hot.

Receita e imagem retiradas de “Prannie Rhatigan´s Irish Seaweed Kitchen”  Recipe and photo taken from “Prannie Rhatigan´s Irish Seaweed Kitchen”

Algas. O que são?/Seaweed. What are they?

Alga na praiaAlguém que tenha ido à praia, pelo menos uma vez na vida, já teve oportunidade de ver macroalgas. De uma forma mais ou menos agradável, são um elemento constante na costa. Mas o que são macroalgas (ou algas) para além do que vemos a boiar na água ou em putrefação à beira-mar? As algas são seres vivos fotossintéticos capazes de produzir biomassa a partir da energia solar e de nutrientes inorgânicos, como o dióxido de carbono (CO2), azoto (N) e fósforo (P), entre muitos outros. A grande maioria das espécies é marinha e podem ser consideradas como vegetais marinhos. É isso mesmo! As algas são comestíveis e oferecem uma grande variedade de minerais (contêm 10-20 vezes maior concentração do que os vegetais terrestes) como magnésio, fósforo, cálcio, potássio, ferro, zinco, iodo, selénio e manganês. Com baixo teor calórico, são ainda fonte de fibra, proteína, múltiplas vitaminas (A, C, D, B9, B12, E), ácidos gordos poli-insaturados (os ómegas) e algumas de betacaroteno. Não se conhecem atualmente algas tóxicas ou venenosas, o que não significa que todas sejam comestíveis e que seja seguro colhê-las da praia. Das mais de 10.000 espécies, apenas cerca de 20 são consideradas para consumo humano na Europa e, tal como um vegetal terreste, é preciso saber reconhecer o seu grau de frescura. Quando estas dão à costa é difícil de determinar há quanto tempo estão neste estado e devemos sempre ter em atenção a qualidade da água onde crescem.

Anyone who has ever gone to the beach at least once in your lives, has had the opportunity to look at seaweed. In a more or less pleasant way they are a constant element in coastline. But what are seaweed, beyond what we see floating in the water or decaying along the beach? Seaweed are photosynthetic organisms capable of producing biomass from solar energy and inorganic nutrients, such as carbon dioxide (CO2), nitrogen (N) and phosphorus (P), among many others. The vast majority of species is marine and can be considered as sea vegetables. That´s right! Seaweed are edible and offer a great variety of minerals (containing 10-20 times the mineral concentration of land plants) such as magnesium, phosphorus, calcium, potassium, iron, zinc, iodine, selenium and manganese. Being low on calories, seaweed are also a great source for getting your fiber, protein, multiple vitamins (A, C, D, B9, B12, E), polyunsaturated fatty acids (omegas) and, from some of them, even beta-carotene. There are no toxic or poisonous seaweed known, which doesn´t mean that all are edible and it is safe to harvest them from the beach. Of the more than 10,000 species only about 20 are legal for human consumption in Europe, and as for any land-originated vegetable, one must know how to recognize their freshness. When seaweed lie ashore is difficult to determine how long they are in this state as well as the water quality where they are growing.